Assalto em Dresden em 2019

Wikipedia open wikipedia design.

Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento atual. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 7 de dezembro de 2019)
Porta de entrada do museu Grünes Gewölbe.

O assalto em Dresden em 2019 foi um furto de joias reais que foram roubadas do museu Grünes Gewölbe (Green Vault), ocorrido em 25 de novembro de 2019, dentro do Castelo de Dresden, em Dresden, Alemanha. Os itens roubados incluem a estrela do peito repleta de diamantes da Ordem Polonesa da Águia Branca, que pertencia ao Rei da Polônia, um fecho de chapéu com um diamante de 16 quilates, um grampo de cabelo de diamantes e um punho cravejado de diamantes contendo nove grandes e 770 diamantes menores, junto com uma bainha correspondente.[1] Os itens em falta eram de grande valor cultural para o Estado da Saxônia e foram descritos como de valor inestimável, com estimativas de preço de mais de 1 bilhão de euros.[2][3]

Com essa estimativa feita pelo jornal Bild, o furto se tornou no maior roubo de um museu da história, superando o assalto ao museu Isabella Stewart Gardner, em 1990, em que mais de 500 milhões de dólares foram roubados.[4] Em outro levantamento feito, o assalto é tido como o maior roubo da história, no quesito de valor dos bens roubados.[5]

Investigação[editar | editar código-fonte]

O primeiro carro da polícia foi chamado para o prédio às 4h59, chegando cinco minutos depois,[1] mas nesse tempo os suspeitos já haviam escapado.[6] A polícia montou barreiras nas proximidades de Dresden, na tentativa de impedir que os suspeitos fossem embora.[6] No entanto, segundo a polícia, a proximidade do museu com o autobahn provavelmente ajudou os suspeitos a escaparem.[6] A polícia acredita que os ladrões fugiram em um Audi A6; um veículo idêntico foi encontrado mais tarde em chamas em um estacionamento subterrâneo.[1] A polícia ofereceu 500 mil euros de recompensa por informações que poderiam levar à captura dos perpetradores.[7]

Referências

  1. a b c Chappell, Bill (25 de novembro de 2019). «Thieves Steal Priceless Diamonds In Heist At Dresden's 'Green Vault' Museum» (em inglês). NPR. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  2. «'Up to a billion euros' of jewels and antiques stolen from Dresden museum» (em inglês). The Local. 25 de novembro de 2019. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  3. Connolly, Kate (25 de novembro de 2019). «Jewellery of 'immeasurable worth' stolen in dramatic Dresden museum heist» (em inglês). The Guardian. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  4. «Thieves Stole Up to a Billion Dollars Worth of Jewels From Dresden's Famed Treasure Museum, Escaping in a Limousine» (em inglês). Artnet. 25 de novembro de 2019. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  5. «5 grandes roubos da história». Superinteressante. 27 de novembro de 2019. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  6. a b c Connolly, Kate (25 de novembro de 2019). «Jewellery of 'immeasurable worth' stolen in dramatic Dresden museum heist» (em inglês). The Guardian. Consultado em 29 de novembro de 2019 
  7. «Police offer €500,000 reward over Dresden diamond heist» (em inglês). The Guardian. 28 de novembro de 2019. Consultado em 29 de novembro de 2019 


This page is based on a Wikipedia article written by contributors (read/edit).
Text is available under the CC BY-SA 4.0 license; additional terms may apply.
Images, videos and audio are available under their respective licenses.

Destek